sábado, maio 27, 2006

Até a próxima vítima - Jornal Hoje em Dia

Tião Martins
smartins61@hotmail.com
Até a próxima vítima (leia Hoje em Dia)

Levar a vida numa boa sempre foi a mais firme opção dos passageiros deste barquinho de papel, mas sem fechar os olhos para o que acontece de ruim em volta de nós, pois viver assim seria fugir à realidade. E fugas não levam ninguém a bom porto.
Por isso, o alcaide que ninguém vê costuma ser personagem, já que não cumpre o seu papel de prefeito e deixa a cidade entregue ao lixo, as escolas municipais tomadas pela violência e todo mundo com a sensação de que BH é terra de ninguém.
Se você ainda acha que tudo é exagero, leia a seguir o depoimento da professora Mary D., que sugere uma visita do cronista à Escola Municipal Dom Orione, no bairro Ouro Preto, para ver de perto o que acontece por lá.
‘Nesta escola - diz ela - existem alunos para todos os gostos. Comportados e estudiosos (a maioria), traficantes e ladrões (um bom número), colocados ai pelo Poder público, que obriga a escola a recebê-los alegando que também têm direito à escola. Só que este mesmo Poder público não toma conhecimento das ameaças sofridas pelos funcionários, professores e demais alunos da escola, feitas ou praticadas por esses ‘desvalidos da sociedade‘.
A professora conta que muitos colegas dela estão em casa ‘cuidando da depressão, síndrome do pânico e outros males emocionais causados pela impotência diante dos problemas e pelo descaso da Prefeitura, que acha que investir em educação é doar kit escolar e colocar computadores nas escolas, como se isso fosse resolver o problema da violência‘.
Outro profissional da rede municipal, Geraldo C., que dá aula no Imaco e escreve para o blog dos professores (diariodoprofessor.blogspot.com), traz notícias ainda mais preocupantes sobre o que acontece nas escolas mantidas pela Prefeitura
Depois de lembrar que já houve até morte, quando um aluno do Imaco foi assassinado por um colega, ele faz denúncias impressionantes. Leiam, por favor, pois o nosso prefeito (como é mesmo o nome dele?) não vai ler:
- Tentar esconder que as escolas municipais, particularmente as noturnas, têm se tornado locais perigosos, é brincar com a vida e com a inteligência das pessoas. Nenhum número, maquiado ou não, conseguirá dizer que o Colégio Municipal São Cristóvão teve seu noturno fechado para balanço e não devido à violência.
O professor também fala sobre ‘o crescente adoecimento dos trabalhadores e trabalhadoras das escolas, notadamente os professores e professoras‘, como já foi comentado aqui, e diz que a visão míope com que certas pessoas cuidam da educação ‘se faz notar cada vez quem alguém da Prefeitura abre a boca para defender o indefensável‘.
E ele faz ainda uma pergunta inquietante: ‘Uma escola de qualidade pode existir sem professores para todas as disciplinas?‘
Claro que não, professor, a não ser nas belas, pacíficas e maravilhosas escolas municipais. É provável que alguém ali na Afonso Pena acredite que professor não faz falta nenhuma nas escolas.
Seguem muitas outras perguntas do mestre, já publicadas no blog do professores e que podem ser consultadas a qualquer momento por nossos passageiros, que ficaram impressionados com a situação das escolas desde que tocamos nos assunto.
O professor Geraldo C. conclui suas denúncias com uma frase que ficará girando no cérebro de qualquer pessoa sensível, feito cupim em madeira seca. ‘Até a próxima vítima‘.
Haverá sensibilidade assim na Prefeitura? Sei lá, sei não.

4 Comments:

Blogger Blogdoprofessor said...

O jornalista Tião Martins faz na grande imprensa o que já iniciamos em nossos fóruns e em nosso blog faz tempo: a observação crítica e sem peias político-partidárias das escolas municipais.

Só os profissionais de imprensa realmente sensíveis as causas públicas e com suficiente abertura cognitiva e de alma podem fazê-lo. valeu Tião!!!

Para os que não acreditavam que valeria a pena continuar escrevendo e denunciando a situação da educação pública, fica aqui o exemplo...pregar no deserto têm também seus resultados.

Valeu Woodsom, valeu Modesta! Continua valendo pessoal todo que colabora escrevendo para nosso espaço!
Todos ao trabalho.
Prof. Geraldinho.

10:45 PM  
Blogger Blogdoprofessor said...

Este comentário foi removido por um administrador do blog.

9:15 PM  
Blogger Blogdoprofessor said...

Prefeito - Carta - Jornal Hoje em Dia

O colunista Tião Martins, que é uma pessoa muito culta, ‘pisou na bola‘ ao criticar o prefeito de Belo Horizonte, Fernando Pimentel. Será que é porque ele é da esquerda? Ou por ter sido apontado , pela ONU, como o melhor prefeito da América do Sul? Ou por ter sido o oitavo do mundo em administração?

Alfredo Rodrigues Pereira Filho
Viçosa - MG

9:23 PM  
Blogger Blogdoprofessor said...

Carta - Hoje em Dia - 6/6/2006
Um leitor escreveu que um colunista criticou o prefeito de BH ou por ser o "8º prefeito do mundo", ou por "ser de esquerda". Aos fatos: seria interessante ler ‘Direita e Esquerda‘, de Norberto Bobbio. Serviria para elucidar a questão ideológica. Segundo: um site inglês fez, e tornou pública, a eleição dos melhores prefeitos do Brasil e do mundo de 2005. Entre eles estão César Maia (RJ) e o de BH.
Acontece que, para que se eleja o melhor prefeito, é necessário entrar no site, preencher a ficha de votação (toda em Inglês) e conhecer alguns feitos de prefeitos para tecer o comentário. Questiono: quem elegeu?!
A maioria de trabalhadores/as é versada na língua inglesa? E será que não se pode debater o óbvio, que é a questão da violência (com toque de recolher e tudo mais) nas escolas municipais?

Modesta Trindade Theodoro
Belo Horizonte

9:30 PM  

Postar um comentário

<< Home