quarta-feira, outubro 18, 2006

Eleições sindicais

Algumas pessoas têm me ligado perguntando se estarei em alguma chapa para sindicato ( atual SINDREDE). Não, não, de jeito nenhum! Já fui sindicalista (anarco-sindicalista) , trabalhei no departamento jurídico, de 1997 a 2000. Gostei muito. Poderia, mas não quis retornar. É sempre bom assistir pessoas pensando que pensam por nós, os partidos se engalfinhando no poder, bastidores, tramas e dramas. Tudo isso é bobagem se pensarmos na luta constante que se tem que travar contra um patrão e assessores que já foram sindicalistas. Creio que fiz a minha parte, na época certa. Tenho para mim que ninguém deve se perpetuar em sindicatos. Deveria haver um amplo rodízio. As pessoas perdem a noção do que é dar aulas em tempo integral, às vezes se acham muito poderosas. Por onde passa, o poder corrompe ( e como!) . Sem generalizações, claro.
As chapas devem estar sendo formadas, já há a Comissão, e em breve conheceremos os/as inscritos/as. Espero que sejam as pessoas certas para nos defender, porque apesar de tudo ainda acredito na representatividade do sindicato. Logicamente aquela máxima "o sindicato somos nós, nossa força e nossa voz" está congelada, mas espero que o sindicato dos professores da rede municipal que assumirá no ano que vem consiga revolucionar o processo. Alvíssaras.
Modesta M. Trindade Theodoro
BH, 18 de Outubro de 2006

7 Comments:

Anonymous Anônimo said...

Eu ouvi falar que vai ter umas três chapas.

10:24 AM  
Anonymous Anônimo said...

Ótimo. Assim temos mais escolha, e como é paritária uma parte de cada bloco vai formar o sindicato.

10:26 AM  
Anonymous Anônimo said...

Creio que cada um de nós deve se informar com algumas pessoas que compõem a atual diretoria do Sindicato e outros colegas mais ligados ao cotidiano do Sind REDE, para poderem participar ativamente do processo de escolha e até mesmo das chapas. Assim cada um que deseja pode se alinhar entre as forças que hoje disputam e dividem o poder no sind REDE: PSTU, PSOl e TM ou esquerda petista; E o mais importante: apontar, alinhar, dar o ritmo e o tom das nossas lutas!

O que muitas vezes fica faltando é a participação dos colegas não alinhados ideologicamente com estas posições, que embora legítimas não conseguem abarcar todas as sensibilidades e posicionamentos que o espectro político permite, como é o caso do anarco socialismo , muito bem lembrado pela professora Modesta.

Nestes tempos de filiação, pois me filiei com um mês de PBH, encontrei gente leal e lutadora em todas os grupos de poder, o que não impossibilitou de aparecer de vez em quando um/a ou outro/a oportunista.

A experiência mais triste foi ver o papel que a antiga Articulação petista se propôs. A de entregar a categoria por um prato de lentilhas do poder municipal.

Pela minha experiência, Articulação nunca mais!
Prof. Geraldinho - terceiro turno
IMACO - representante sindical pela escola noturna.

1:18 PM  
Anonymous Anônimo said...

ERRATA. escrevi no primeiro parágrafo: para poderem participar, mas leia-se para PODER PARTICPAR.

Desculpem a rata!

1:20 PM  
Anonymous Anônimo said...

E quem é essa Aticulação?

3:47 PM  
Anonymous Anônimo said...

Desculpe-me: Articulação

3:48 PM  
Blogger Blogdoprofessor said...

O pessoal do Hilário, por exemplo, é da Articulação.

6:50 PM  

Postar um comentário

<< Home