quarta-feira, abril 05, 2006

Vandalismo - Jornal Hoje em Dia

A Escola Estadual Cândido Portinari, no Bairro Salgado Filho, foi arrombada quatro vezes em uma semana, a última no domingo, dia 2 de abril. O prejuízo: levaram o fax, um scaner, um telefone sem fio e muitos fardos de alimentos. A PMMG compareceu e lavrou ocorrência. Mais uma. A escola não fica dentro de área de risco e não faz fronteira com nenhuma favela como muitos poderiam supor. Perto da escola tem um templo católico e uma repartição pública federal, o Tribunal de Contas da União. Na escola nenhum vigia, segurança ou coisa que o valha. Na entidade federal citada, que fica defronte a um dos portões da escola, os vigilantes ajudam a olhar o colégio, como podem, de forma limitada. Camaradagem própria do povo brasileiro. A pergunta que fica: A quem cabe a solução dos graves problemas da educação mineira?
Prof. Geraldinho de Paula Corrêa Belo Horizonte