segunda-feira, novembro 28, 2005

Justiça barra cargos e jetons

Justiça barra cargos e jetons na PBH

Iracema Barreto - Jornal Hoje em Dia
REPÓRTER
BH, 25 de novembro de 2005

A Justiça suspendeu ontem a tramitação do projeto 'Frankenstein' que seria votado em 2º turno na semana que vem pela Câmara Municipal de Belo Horizonte. O juiz Flávio Leite, da 2ª Vara de Fazenda Municipal, considerou que o substitutivo apresentado ao projeto, que originalmente tratava apenas do plano de carreira dos servidores do Hospital Odilon Behrens (HOB), fere o Regimento Interno da Câmara. O substitutivo passou a englobar vários outros projetos. Um dos mais polêmicos gera um gasto adicional de até R$ 7,272 milhões para os cofres públicos. A Câmara só vai se pronunciar quando for notificada sobre a decisão judicial.
A matéria prevê a criação de 25 cargos sem a realização de concurso público para a Controladoria-Geral do município - a ser criada - e o pagamento de gratificações a integrantes de conselhos de órgãos da Prefeitura de Belo Horizonte (PBH). O projeto vinha sendo discutido separadamente, mas foi anexado ao do plano de carreira do HOB, na forma do substitutivo apresentado pela líder do Governo, Neusinha Santos (PT).
Ontem, a líder não foi encontrada para comentar a decisão judicial. Questionada anteriormente sobre a polêmica envolvendo o projeto, justificou que o texto do substitutivo é resultado de um acordo com várias categorias do funcionalismo da PBH. A idéia, segundo ela, é agilizar a votação de matérias relativas ao funcionalismo, já que faltam poucas sessões para o encerramento do ano legislativo e a pauta contém ainda matérias cujas votações seriam inadiáveis, como o orçamento e o decreto com as regras de cobrança do IPTU para 2006.
O argumento não foi aceito pelo juiz. O projeto do plano de carreira do HOB tinha 19 artigos e seis anexos. Com a apresentação do substitutivo (Emenda 22), outros 86 artigos e seis anexos foram acrescidos ao texto original. 'Esses artigos (...) não contemplam apenas modificações relacionadas às matérias discutidas no projeto, mas insere outras, tais como previsões de abonos a servidores do ensino público, da SLU, da Sudecap, sobre a administração da Prodabel, além de criar a Controladoria, assuntos que definitivamente não têm pertinência com o projeto original', destacou o juiz em seu despacho.
Pelo artigo 80 do substitutivo, membros dos conselhos fiscais de autarquias e fundações - não remunerados atualmente - terão direito a uma gratificação mensal de R$ 1.090,00. O benefício não estará sujeito a contribuição previdenciária ou recolhimento do Imposto de Renda. Outro artigo trata da criação de cinco comissões no âmbito da Corregedoria, com três membros indicados pelo Executivo. Cada um deles teria direito a uma gratificação de R$ 400,00.
O pedido de liminar foi ajuizado pelo vereador Délio Malheiros (PV), que identifica no substitutivo a tentativa de se fazer uma minireforma administrativa na PBH.

PBH pagará 13º dia 16 pelo BB

Os cerca de 30 mil servidores da Prefeitura de Belo Horizonte (PBH) vão receber o 13º salário no dia 16 de dezembro. O pagamento do abono natalino já será feito via Banco do Brasil (BB), que a partir do próximo mês passa a administrar as contas-salário e contas de demais movimentações financeiras da administração municipal.
O secretário-adjunto do Tesouro da PBH, Paulo Duarte, acha que a mudança do Itaú para o BB será benéfica para o Executivo e para os servidores. Por um contrato de cinco anos, a PBH vai receber R$ 35 milhões, que irão para o caixa único. Já os servidores terão benefícios como isenção de tarifas para movimentação da conta e cheque especial. Não foi realizada licitação para a escolha do novo banco, mas apenas formalizada a assinatura de um contrato.
'Estávamos nos preparando para abrir licitação quando o Banco do Brasil fez a oferta. A Lei (8.666) permite (a dispensa de licitação) quando uma instituição oficial estiver envolvida no processo de escolha', esclareceu Paulo Duarte.
Ainda de acordo com o secretário, o BB criou uma estrutura especial para atender os servidores quanto à abertura das novas contas e outras formalidades. A partir de segunda-feira, as agências funcionarão em esquema de plantão das 8h30 às 17 horas. 'Ninguém está sendo surpreendido pela mudança', afirmou o secretário. (I.B.)

sábado, novembro 19, 2005

Educação Especial - Jornal Hoje em Dia

Educação especial
Belo Horizonte, 18 de novembro de 2005

É uma pena que a matéria 'Escolas abertas a alunos especiais', na edição do dia 17, ficou muito presa a pessoas cegas e surdas. Há todo um projeto voltado a elas ( Vide Declaração de Salamanca) há muito, o que é bom. Seria interessante mostrar como têm sido tratadas crianças com outras necessidades educacionais especiais: dificuldade de aprendizagem, condutas típicas, deficiência múltipla ou altas habilidades - apenas para exemplificar. A Lei de Diretrizes Básicas (LDB), art. 59, deixa explícito que o atendimento deve ser feito por professores especializados. A interação deve ser buscada, mas com segurança, responsabilidade e metodologia apropriada. Além disso, por força de Lei, os pais ainda têm direito a opção.

Modesta Trindade Theodoro

terça-feira, novembro 15, 2005

Quatro Pedidos para o PT - O primeiro é que vocês fiquem com tudo.

Quatro Pedidos para o PT

O primeiro é que vocês fiquem com tudo.

Peguem o dinheiro, o avião. As agendas de todas as secretárias,os revólveres dos ex-delegados, os laranjas analfabetos, os laranjas pós-graduados, as cuecas sujas do dinheiro que sai dos ralos de onde vocês vieram. Não esqueçam de levar nada. As explicações estranhas, as notas oficiais, o eterno não sei de nada, o absurdo nunca ouvi falar disso e, por falar nisso, o mensalão. Peguem sem vergonha, saquem sem vergonha, ajudem-se,
juntem-se em torno das fogueiras onde queimam notas fiscais e consciências, bebam, brindem, riam da minha cara. Eu desejo que vocês aproveitem as Land Rovers, façam churrasco ao som de Chitãozinho & Chororó e brinquem de quadrilha em todos os meses do ano, na
presença do operário bebum que desonra a si mesmo, aos operários e aos bêbados. Não liguem para críticas. Aliás, não liguem pra ninguém: alguém da polícia federal, um desses otários que ganham R$700,00 líquidos por mês pode estar escutando e a voz de vocês em rede nacional fica distorcida. Prefiro a do Fernandinho
Beira-Mar, que se confessando bandido, traficante, ladrão e assassino tem pelo menos uma vantagem sobre vocês: nunca disse que não era tudo isso, nunca me enganou a seu respeito, jamais negou sua maldade. Muito menos recebeu 55 milhões de votos cheios de esperança.

Meu segundo desejo é que vocês vivam muito em suas ilhas fiscais, em seus condomínios fechados, em suas coberturas de 1000 mil metros quadrados pagas com salário de 1.500,00 reais.Existam pra assistir a morte de crianças sem ter o que comer, de jovens sem futuro e de velhos que cospem no passado que cada um de vocês representa. Sejam eternos como é interminável a fila do
INSS, dos pais de família sem emprego, das
jovens que fazem sexo pago a partir dos 12 anos sem que possam ser recriminadas por vocês, que as iniciaram ao mostrar-lhes como se faz isso com um país inteiro. Agora que vocês são ricos e perpétuos.
Meu terceiro desejo é que vocês nunca mais saibam se têm ou não um amigo. Que ao verem um por-de-sol lembrem-se apenas de voltar para casa, onde dormir seja um sonho impossível. Permaneçam dia após dia acordados, desconfiados, ansiosos, insones, num morre-não morre sem fim. Que a única coisa que possam escrever sejam versões, já que perderam a noção
da verdade e dos fatos. Que a única coisa que saia da boca de cada um de vocês seja um repetitivo "não lembro, Sr. Deputado" Sr e Srª Vereador(a) Não quero nenhum de vocês julgados ou castigados.
Apenas que passem a vida dizendo "não lembro, senhor deputado". Que ao chegar na cozinha,encontrem a
CPI dos salmões. Na sala, a CPI Home Theater. No quarto, a CPI da falta de sexo. Na vida, a CPI do desaparecimento da glória de servir ao povo. Um dia, meu filho vai estuda-los. Que eles e seus colegas percam nota se não souberem os nomes de vocês. Mas não se abatam por isso, como não se abalaram com os tiros que
mataram Celso Daniel. Não se preocupem com o meu desprezo, como não se incomodaram em decretar a pena de morte à esperança que os ajudou a vencer nosso medo.

Quarto pedido

Não se arrependam de nada. Apenas vivam pra nos ver construir o novo, o alegre e o lindo. Sejam o nosso norte, mostrem onde vocês estiveram nas lutas a favor dos servidores públicos em todas as esferas, das minorias de moradores de rua, já que se ampliaram em múmero e miséria. Nas lideranças comunitárias que vem sendo cooptadas a cada dia com cargos e benesses de
governo,não ter o temor da imprensa COMO ANTES que trazia matérias de direita , pois, hoje as verbas dos meios de comunicação já são carimbadas antes de pagamentos de servidores " não são contingenciadas" linguagem da era FHC e justificada no governo LULA e seus aceclas estaduais e municipais, afinal, tudo continua virtual, só não continua virtual os PETISTAS que estão
reinventando o ESTADO MODERNO E APARELHADO que segundo elles, continua atrofiado se diz "moderno" com cooptação descarada de militantes as vezes pagos, ou seduzidos, pois, grande parte assim como o presidente estão DESCOBRINDO O BRASIL.
A partir disso, bastará seguirmos em direção contrária, pois é bom o partido e seus gerentes e militantes pagos ficarem com tudo mesmo,pois irão REINVENTAR UM NOVO BRASIL. O BRASIL É DOS BRASILEIROS ! ! , DOS DUDAS,VALÉRIOS,DIRCEU"s DELÚBIO"s e CIA LTDA
(Autor desconhecido)

sexta-feira, novembro 11, 2005

Vendedores de Fósforos - Diário da Tarde - 11/11/05

Por Modesta Trindade Theodoro
Opinião - Diário da Tarde

Vendedores de fósforos

O parlamentar José Dirceu já teve tempo mais do que suficiente para se defender das acusações que lhe foram impostas. Jamais assisti a tanta justiça com alguém. É estranho, porque em nosso meio a injustiça corre feito faísca. Fica até parecendo que o ex-ministro é muito diferente dos pobres mortais e detém informações valiosíssimas, a ponto de barrarem um número sem fim de ações contra ele. Impossível acreditar que o Sr. Delúbio e o Sr. Marcos Valério são os mentores de todo o esquema. O tamanho e a qualidade não combinam com esses senhores. Afinal, eles estão pela hora da morte. Ninguém que tenha bolado façanhas de tal alçada estaria tão mal no xadrez. O sr. Delúbio caiu como um peão, o sr. Marcos está mais para o cavalo, num infinito ziguezaguear em L. A qualquer momento será abatido pela torre, quiçá pelo bispo ou algum outro afoito peão. Nunca acreditei que a expulsão do Sr. Delúbio deveria desfavorecer pessoas que tiveram armários abarrotados de dinheiro para a campanha eleitoral. Só bobo recebeu cheque. Os espertos saíram de fino. Quem provará algo contra eles? O enxotamento seguiu uma linha de raciocínio básica. Isto prova que o ex-tesoureiro não teve, em muitos momentos, a eficácia que teria para montar e alinhavar um caixa paralelo hiperbólico. Assim caminha a humanidade. E, na era da incerteza - com a licença de John Galbraith -, assistimos a intelectuais ou artistas (há artistas que não são intelectuais e vice-versa) saindo em defesa do deputado José Dirceu. Que saiam ! Direito eles e elas têm. O povo também tem o direito de acreditar ou não, de avaliar as intenções e provocações.

A cantora Fafá de Belém não se transformou em Miss Monroe e foi cantar o folclórico ¨Parabéns para você...¨ para o presidente? Claro que cantar para um Kennedy é mais interessante para o mundo que cantar para o presidente do Brasil. Não vou entrar no mérito, mas só faltou a beldade sair de dentro do bolo para que ficasse mais interessante.
Violência, atentado nos palácios contra o povo que corre da chuva para chegar a tempo no sopão. Somos vendedores de fósforos. Estamos apenas espiando de longe uma festa que a nós não nos pertence. Tem jeito não. Talvez nem nas urnas, porque as campanhas começaram regadas a ouro, cravejadas de brilhantes, como repetia a atriz que personificava Dona Neuta. Êta artistas para nos dar gosto!

segunda-feira, novembro 07, 2005

Tá chegando perto de BH......

Máfia do lixo
A Receita e a Polícia Federal preparam operação conjunta em
todo o País. É a Urucu. Terá foco nas empresas de lixo,
apontadas como financiadoras de esquemas ilícitos. A
operação já tem um trunfo: dias atrás, um funcionário do
governo do Distrito Federal teve seu apartamento
vasculhado. Acabou entregando o jogo e contou tudo o que
sabe sobre antigas gestões do PT em São Paulo, Goiânia,
BELO HORIZONTE, Salvador e Ribeirão Preto.

09/11/2005- PODER ISTO É DINHEIRO

Prof.Geraldinho
noturno - IMACO