sábado, agosto 20, 2005

Matemágica

O PT vai cancelar o contrato com Duda Mendonça por motivos
políticos mais do que óbvios. Porém, uma coisa chama a
atenção na íntegra da notícia publicada pelo Estadão, quem
diria: a diferença de quase 12 milhões entre o que o
pulicitário baiano diz que possui de contratos com o
partido e aquilo que está registrado legalmente. Ou seja: a
maior parte dos pagamentos foi acordada "por fora" entre
ele e o grupo formado por Marcos Valério & Cia. Presume-se
que um publicitário experiente como Duda dificilmente se
deixaria enganar em questões relativas a contas a receber.
Para servir de cereja desse bolo sabe-se que ele foi
devidamente aconselhado pelo "painho" ACM antes de se
apresentar voluntariamente na CPMI jogar a pá de cal no
governo que ajudou a eleger.

Link:
http://www.estadao.com.br/nacional/noticias/2005/ago/12/196.
htm


Comentário final a título de reconhecimento: Lula não se
elegeria sem o trabalho primoroso de Duda Mendonça, é
verdade. Mas jamais deveria tentar fazer parte do mesmo
grupo de pessoas com quem o publicitário convive. Muito
provavelmente será derrotado, senão apeado do poder por
obra e graça daqueles que jamais deveriam continuar por
perto após terminadas as eleições.

Maurício Alves
jmauricioalves@gmx.net
BHZ

1 Comments:

Anonymous Anônimo said...

Pergunto ainda: 1)é mais imoral receber dos ricos ou retirar dos pobres, fazer campanha com dinheiro de caixa dois ou fazer caixa um com dinheiro de obras da periferia nunca iniciadas?
2) Quem traiu quem? Dirceu traiu Lula? Delúbio e Silvinho trairam Dirceu? Lula não traiu o povo? Pimentel traiu a militância? O Orçamento Participativo traiu a confiança das lideranças das Vilas e favelas? Os vereadores de BH, com raras exceções, traem a população? O Sind-UTe Estadual traiu nossa luta? Só uma certeza: Eu trai minha própria inteligência e consciência ao votar no Damata.

1:08 PM  

Postar um comentário

<< Home