segunda-feira, junho 06, 2005

NO PÚBLICO UMA VERGONHA NO PRIVADO UMA SANTIDADE

NO PÚBLICO UMA VERGONHA NO PRIVADO UMA SANTIDADE

Colegas grevistas,
O “polêmico” carro de som na porta da casa da encantadora Secretária de Educação, além das suas reclamações, injustas por sinal, pois o carro é uma beleza e a musica é uma maravilha, nós leva a outra reflexão.
O público e o privado. Até os dias de hoje tinha assistido alguns argumentos sobre essa divisão no comportamento de uma pessoa. Geralmente alguém na sua atividade pública se comporta muito bem, fala que se preocupa com as crianças, mulheres e velhos, mas em casa bate na mulher, escravisa a mãe e deixa o pai no asilo por que não gosta de velho.
No caso da Secretaria acontece o inverso, no espaço público as crianças podem ser cuidadas de qualquer maneira, pois geralmente são filhos de pobres e miseráveis, mas os coitadinhos da zona sul onde ela mora não podem ser incomodados com uma boa música na parte da manhã.
A Secretaria acha que será perdoada dos seus maléficos atos, apenas por continuar sendo uma “ÓTIMA” pessoa no seu recanto privado.

Os bons serviços dos seguranças do Prefeito e da PF do LULA
Mas a propósito o fato que me despertou sobre o pensamento moderno da Secretaria foi o que disse alguém de sua confiança sobre papel de colher as informações sobre as paralisações e as nossas manifestações por parte da Secretaria de Educação e do Governo Pimentel. Neste o caso este alguém falava do fato também achando o comportamento também muito moderno.
A Secretaria mantém os seus espiões entre as nossas atividades, o que não chega ser uma novidade, porém todo material é repassado para o Polícia Federal do LULA, aquela mesma que pega os corruptos, exceto os dos partidos do Governo.
O gabinete do Prefeito faz coisa pior, ele esta colocando os seus seguranças para bisbilhotar as nossas atividades. Isso em espaços bem longe da sede Prefeitura.
Esses fatos não possuem nada de institucional como falam, no passado isso tinha outros nomes, por isso esta posto o desafio da Secretaria e do Prefeito desdizer o que está escrito. O desafio também vale para aqueles que ficam fingindo de bobo, falando mal do nosso movimento e defendendo o Governo Pimentel, bem como a adorada Secretaria.