quinta-feira, junho 02, 2005

NÃO ERA ESPERADO QUE A GREVE SAÍSSE!

Colegas,

Não vou fazer um ato em defesa desse sindicato, mesmo porque ele nem precisa ser defendido. Acho que somos nós que devemos contribuir com o movimento e criar formas de ação. Assim:

  1. Não foi o sindicato que deflagrou a greve, foi a assembléia com mais de mil professores que votaram em sua grande maioria pela sua deflagração.
  2. Cabe a aqueles que não desejam a greve e não estão participando dela irem nesse forum manifestar o seu desejo.
  3. Cícero, a greve deveria e até poderia ter acabado, essa semana, pois já estamos construíndo outras formas de mobilização que nos permitem enfrentar a máquina de mentiras construída por essa administração, contudo, as interferências da Pilar e seus asteclas:
  • a corregedoria que não retira os processos das costas das educadoras infantis,
  • um juiz "da fazenda" que se acha na competência de dizer que nossa greve é ilegal e sabe-se lá o que alega, mas parece que alega que nosso serviço é essencial, o que é mentira (veja a lei aqui!).
  • A Globo e Itatiaia que veiculam matéria paga, dizendo que nossa greve havia terminado horas antes da nossa assembléia.
  • A Secretária de Educação que não nos respeita e confunde as funções do cargo que ocupa e implementa uma política educacional que acaba com a autonomia das escolas e constrange e ameaça o professor em sala de aula (retirando totalmente sua autoridade) e fora dela, ligando e mandando cartas de ameça aos professores em suas casas.
  • Uma política econômica que nos obriga a trabalhar três turnos e fazer trabalhos extras para dar conta das despesas e dívidas e há colegas em greve ( e muitos que não estão em greve pelos mesmos motivos) endividados até o pescoço para fazer frente aos gastos emergenciais com serviços que o governo não tem oferecido, vide as nossas estradas, saúde, educação, etc.
  1. A greve não é um instrumento fácil, existem pessoas que não compreendem o significado político dessa greve: em breve teremos que pedir autorização à Rede Globo, à Secretária de Educação, ao escambau (e nunca seremos evidentemente atendidos) para nos reunir em assembléia e decidir o que fazer com a nossa classe, tal é a política de desmantelamento que esse governo está promovendo, uma vez que eles querem pensar que O Partido dos Trabalhadores no poder substitue os instrumentos de luta e reinvindicação que custamos tanto a construir. E agora, nossos colegas, muitos que não têm comparecido às assembléias querem ver tudo pelo avesso. Apareçam lá e manifestem!
  2. É verdade que devemos criar instrumentos que nos permitam manter a classe mais mobilizada e buscar recursos para enfrentar futuras greves, mas isso não deve esmorecer a classe e nunca!
  3. Jamais devemos retornar ao trabalho por conta própria, mas ir à assembléia e votar para que isso aconteça, ou vamos aceitar e implementar a maneira pessoal que a Secretária de Educação tem feito as coisas?!
  4. Pela primeira vez enfrentamos o efetivo corte de ponto até para participar das assembléias,
  5. Pela primeira vez teremos nossos pontos cortados e o PT terá de arcar com ônus político dessa atitude intempestiva e draconiana.
  6. Realmente, se a classe não tem condições financeiras de enfrentar esse embate, é natural que voltemos, mas não por conta própria.
  7. Agora não temos dinheiro porque estamos em greve, amanhã não teremos dinheiro e estaremo endividados, ainda que trabalhando e já é essa a condição de muitos professores e outros trabalhadores da educação. Temos que pesar os prós e contras.
  8. Quanto ao número de escolas paradas e trabalhando, está sendo feito um boletim, como o que foi distribuido pelo sindicato, na assembléia e após ela, com o quadro da greve. Em nenhum momento essa informação foi negada e está publicada nos boletins, contudo não devemos retornar baseados em boataria e nem se curvando à contrainformação dessa imprensa ridícula e mentirosa.
  9. A greve é uma realidade e esse governo terá, de agora em diante, de respeitar nossa capacidade de nos mobilizar e de responder, com argumentos autênticos e não apenas falsas palavras de ordem, aos falsos argumentos dessa administração.
  10. Não acho que estamos tomando e conduzindo as falas nas assembléias, elas tem sido sorteadas e é dado o direito a qualquer um que queira falar (tem sido dez [apenas], as falas sorteadas, e já fiquei de fora de dois sorteios). Mais que isso, prejudica a saída para as manifestações de rua, que perdem elementos e público.

P.S. Não pertenço a esse sindicato, mas esse é meu ponto de vista e projeto, no sentido de contribuir com a luta pelo reestabelecimento da nossa luta pelo prestígio e dignidade que nos vem sendo usurpados!


* Favor, não publicarem todo o texto em maiúsculas, é considerado deselegante. (não desmerecendo o conteúdo de quem o fez, só pra constar que é uma etiqueta da Internet!)

Obrigado

Woodson F. de Carvalho

13 Comments:

Anonymous Anônimo said...

Teoria é uma coisa e pratica é outra. Reitero a questão da responsabilidade dos condutores desse movimento. Falar na Assembleia, defendendo o fim de um movimento que não obteve o resultado desejado não é fácil. Agora, usar a categoria para apenas inflingir um ônus político no PT, através do corte de ponto, não é certo . Como fica ai o sofrimento e o desgaste individual pois a grande maioria da categoria não será afetada, pois não aderiu ao movimento; e nem os membros do Sindicato.

3:20 PM  
Blogger Nós professores said...

Não entendo como voce não pertence ao Sindicato e esta ativo no movimento. Qual o seu interesse então?

3:41 PM  
Anonymous Anônimo said...

"E agora, nossos colegas, muitos que não têm comparecido às assembléias querem ver tudo pelo avesso. Apareçam lá e manifestem!"
Os Colegas que querem o avesso são os fura greve e aqueles que votam à favor da greve e vai trabalhar.
Eu por exemplo, no período da tarde, trabalho em outro local.

7:07 PM  
Anonymous AUDÁCIA said...

Woodson, parabens pelo texto.O que este país está precisando é de uma REVOLUÇÃO. Quem tirou Collor, amadureceu e tem condições de tirar luís inácio e pimentel.Já esta passando da hora.

9:15 PM  
Blogger W. F.C. said...

Bom, de qualquer forma, o corte do ponto virá, quer voltemos ou não! Agora, após tudo que ocorreu, dizer que é só criar um ônus ao PT, não é verdade. Faria greve contra PT, PSDB, PMDB, pois todos eles promovem políticas que não priorizam a educação.
O meu interesse é o de criarmos uma cultura de manifestação que reforce a luta dos trabalhadores em educação e que possibilite, a nós, criar um espaço apartidário que discuta, pressione, informe e enfrente a máquina midiática de mentiras que os governos criam em seu entorno.
Obr

10:24 PM  
Blogger Nós professores said...

Este comentário foi removido por um administrador do blog.

10:38 PM  
Blogger Nós professores said...

Bem , conforme disse o woodson , o corte vai vir , independente dela acabar ou não .
Eu,não creio que o único objetivo tenha sido criar um ônus para o PT, embora isso esteja acontecendo.
Eu estou de greve e pretendo que a categoria a mantenhaaté onde for possível .
Agora, cá pra nós , se estiver criando um ônus para o PT , ESTOU ACHANDO É ÓTIMO !
Na minha opinião , eu quero mais é que esta corja vá pra TONGA DA MIRONGA DO CAPULETÊ - Ou melhor : Que vão as PUTAS QUE OS PARIRAM
MESMO !
BAIXEI O NVEL DE X

10:45 PM  
Anonymous Anônimo said...

Caros Colegas, não precisamos de baixar o nível, isto denigre a nossa imagem de Professor.

9:18 AM  
Anonymous Anônimo said...

Baixar o nível só dificulta!

9:49 AM  
Anonymous MESTRE FIODA said...

Qual será o sangue que corre na veia de vcs? KISUCO de MORANGO!O que este país necessita urgente é de uma REVOLUÇÃO.Passar a régua nessa cambada de aproveitadores.Será que não somos neo-latinos!vamos lutar pelos nossos direitos, até que o jumentel negocie.

12:04 PM  
Anonymous Anônimo said...

O PT pretendia uma revolução e deu no que deu. Ser bobo de novo não dá.

1:18 PM  
Anonymous Anônimo said...

o PT pretendia uma revoluçao nos salários deles, enquanto o governo que estava lá era PSDB, PMDB ou outros eles revolucionavam, mas quando ocuparam o poder trataram logo de nos calar....Mas não sejamos bobo realmente, não!!! Vamos mostrar pra eles que aprendemos a lição, vamos botar todo mundo pra fora do poder, vamos mostrar para eles que da mesma forma que colocamos eles lá tiramos sem churumelas...

Bobo é quem se acomoda e culpa os outros, vamos ser espertos, vamos atacá-los sim, mostrar à população quem, de fato, eles são...

espertos são os nossos amigos latinos que se bobear na frente deles está deposto mesmo....é nossa hora de mostrar com quanto trabalhadores se faz um país....

Cristiane

12:55 AM  
Blogger W. F.C. said...

OK, moçada

Do jeito que a coisa vai indo, não sei se temos esse cacife todo. Nem sei se há alternativas confiáveis para esse governo (vide o que é a educação no Estado) Contudo, é preciso usar uma linguagem que chegue mais perto da população, já que a mídia não vem ajudando muito!
É preciso fazer esse governo do PT recuar! Estou procurando fazer minha parte. Acho que deveríamos acampar lá na praça Sete e dar aulas para a população de cidadania! Um choque de mídia interessante, quem se habilita?! Quanto à baixaria, não deve ser recado pra mim, não!

4:32 PM  

Postar um comentário

<< Home