sábado, junho 04, 2005

MANIFESTO EM DEFESA DO DIREITO DE GREVE E POR NEGOCIAÇÃO JÁ

Os trabalhadores em educação da rede municipal de BH, depois de exaustivas
tentativas de negociação com a PBH, definiram pela deflagração de uma greve
em 5 de maio. Dentre os vários pontos da pauta de reivindicações,
destacam-se: recomposição salarial (35,82%); manutenção do tempo de projeto
pedagógico coletivo semanal (retirado por meio de Portaria em dezembro de
2004); fim da terceirização e abertura de concurso público para auxiliares
de serviço e isonomia salarial das educadoras infantis com professores.
Após a deflagração do movimento, a prefeitura não só se negou a negociar
como também entrou com uma ação judicial pedindo a ilegalidade da greve. De
acordo com o que foi noticiado pela imprensa, o pedido foi atendido pelo
juiz Wagner Wilson Ferreira da 5a. Vara Fazendária que entendeu que o
movimento é ilegal, pois servidores públicos não têm direito à greve,
contrariando a lei 7783/89 que regulamenta o direito de greve.
Em resposta a esta decisão judicial os educadores definiram por se manterem
em greve, pois não abrem mão do direito de manifestação e organização.
A história nos prova que todas as conquistas sociais, econômicas e
trabalhistas da classe trabalhadora só se deram a partir da organização e da
luta da mesma. Neste marco a greve foi e ainda é um instrumento mais eficaz
e necessário para enfrentar a intransigência dos patrões e do governo e
garantir condições dignas para aqueles que precisam do trabalho para viver.
O direito à greve é hoje previsto pela Constituição Brasileira como
resultado de muita luta e enfrentamento com a ditadura, muitos morreram para
que os trabalhadores pudessem se manifestar. Por isso qualquer tentativa por
parte do Estado, da patronal ou da justiça de caçar este direito de um setor
da classe trabalhadora _ funcionários público_ é um ataque mortal a todos os
trabalhadores brasileiros.
A forma legítima de se evitar ou finalizar uma greve é a negociação. De nada
adianta dizer que vivemos em uma democracia se os patrões e o governo não se
dispõem a negociar e a respeitar os direitos dos trabalhadores.
Repudiamos qualquer tentativa de coibir movimentos grevistas e em especial a
greve dos trabalhadores em educação da RMBH através da força ou de sentenças
judiciais e reivindicamos da PBH que abra as negociações com os grevistas e
atendam suas justas reivindicações.

ASSINAM:

CONFENAP – Confederação Nacional de Federações de Pais e Alunos
FASPA/MG – Federação de Associações de Pais e Alunos de MG
UBES – União Brasileira dos Estudantes Secundaristas
AMES – Associação Mineira dos Estudantes Secundaristas
GRÊMIO DO CEFET
UCMG – União Colegial de MG
MEPR – Movimento Estudantil Popular Revolucionário
MLB – Movimento de Luta dos Bairros Vilas e Favelas
ASPHAV – Associação Pró- Habitar – Vale do Jatobá
Núcleo dos Sem Casa – Vila Santa Rita
Associação de Desenvolvimento e Qualidade de vida do Vale do Jatobá – Amigos
do Vale
ASSAE – Associação Assistencial Esperança
ASSEMP-BH – Associação dos Servidores Públicos Municipais de Belo Horizonte
SINMED – Sindicato dos Médicos do Estado de Minas Gerais
SINDIBEL – Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Belo Horizonte
CONLUTAS – Coordenação Nacional de Lutas
ATEMD – Associação dos Trabalhadores em Educação de Divinópolis
SINDEESS – Sindicato dos Trabalhadores em Hospitais Privados de BH e região
SINDEESS – Sindicato dos Trabalhadores em Hospitais Privados de Divinópolis
SINDEESS – Sindicato dos Trabalhadores em Hospitais Privados de Itajubá
SINDEESS – Sindicato dos Trabalhadores em Hospitais Privados de formiga
SINICATO DOS METROVIÁRIOS
FSDM - Federação Sindical Democrática dos Metalúrgicos de MG
Sindicato dos Metalúrgicos de Três Marias
Sindicato dos Metalúrgicos de Vespasiano
Sindicato dos Metalúrgicos de Itajubá
Sindicato dos Metalúrgicos de Itaúna
Sindicato dos Metalúrgicos de Divinópolis
Sindicato dos Metalúrgicos de Lavras
Sindicato dos Metalúrgicos de Pirapora
Sind-UTE – Subsede Contagem
Sind-UTE – Subsede Barreiro
Sind-UTE – Subsede Venda Nova
Sind-UTE – Subsede Juiz de Fora
SINPRO–MG – Sindicato dos Professores do Estado de Minas Gerais
ASTHEMG
COMERCIÁRIOS DE TIMÓTEO
GRÁFICOS MG
METABASE INCONFIDENTES
OPOSIÇÃO BANCÁRIA
OPOSIÇÃO METROVIÁRIOS
OPOSIÇÃO MTS CONTAGEM – METALÚRGICOS
OPOSIÇÃO PETROLEIROS
OPOSIÇÃO SINDSAÚDE MG
OPOSIÇÃO SINDUTE UBERABA
QUÍMICOS UBERABA E REGIÃO
SINASEFE OURO PRETO
SINDIFISP MG
SINTTEL
DCE - UFMG
ANDES – Regional Leste
SindCEFET
Frentistas – Uberaba
SINDIFISCO
Tecelões – Divinópolis
Servidores Públicos Municipais de Mariana
Sindicato dos Professores Universitários de Uberaba
AFISA – Associação dos Fiscais Sanitários de BH
SINFISCO-BH
SINDICATO DOS SERVIDORES PÚBLICOS MUNICIPAIS DE JUAZEIRO DO NORTE – CEARÁ
SISMAR - Sindicato dos Servidores Municipais de Araraquara e Região
SINDSERM - The, Sindicato dos Servidores Municipais de Teresina
Asociación Gremial de Docentes e Investigadores de la Universidad Nacional
de Rosario – Argentina – Marcela Delannoy
CONADU – Federación Nacional de Docentes Universitarios Argentina
SINDALESP – Servidores do Poder Legislativo do Estado de São Paulo
Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos
SINDIPETRO AL/SE
CONSTRUÇÃO CIVIL DE FORTALEZA
Movimento Nacional pela Moradia Estudantil
MEP – Movimento de Educação Popular
Liga Operária e Camponesa
PSTU
PSOL
PCB
Vereador Antônio Pinheiro – PSDB
Vereador Paulão – PcdoB
Vereador Hugo Tomé – PHS
Associação de moradores do Conjunto Vila Maria
Associação Comunitária Laços de União do Bairro Goiânia e Adjacências
Sindicato dos Rodoviários – BH e região
Coordenação Nacional de Lutas - Conlutas
Coordenação Nacional de Luta dos Estudantes - Conlute
Coordenação de Lutas do Movimentos Populares - CLMP
MNOB- Movimento Nacional de Oposição Bancária
SINDSEF-SP
SINDMETAL SJC
SINTRAJUD
SINDSERV STO ANDRÉ
SINSERM BAURU
CORREIOS RS
CORREIOS PE
SINAL SP (Servidores do BC)
SERJUSMIG - SINDICATO DOS SERVIDORES DA JUSTIÇA DE 1ª INSTÃNCIA DE MINAS GERAIS

SindiUTE BH
redebh@terra.com.br
32263142

5 Comments:

Anonymous Anônimo said...

Movimento com cunho eminentemente político. Vamos ver quantos candidatos do SINDI-UTE vão se apresentar para as proximas eleições. O PT agiu desta forma e deu no que deu.

9:15 AM  
Anonymous Anônimo said...

E dai?

9:33 AM  
Anonymous Anônimo said...

Em tempo :
Se companheiros do sindicato vão se apresentar para as próximas eleições, isto é direito deles como de qualquer cidadão.
ms sindependente disto , peço a todas as facções desta que estão concientes do que tá ocorrendo, nos apoiem agora no sentido mais político mesmo : VAMOS DERUBAR ESTA DROGA DE PT!
COMECEM JÁ A ORIENTAR SEUS COLEGAS , FAMÍLIAS, VIZINHOS , IGREJA E COMUNIDADE PARA AS ELEIÇÕES DO ANO QUE VEM !
QUALQUER PARTIDO , QUALQUER LEGENDA - MENOS O PT

9:58 AM  
Anonymous Anônimo said...

Os companheiros do Sindicato são os petistas de amanhã.

8:32 AM  
Anonymous Anônimo said...

gostaria de corrigir o colega acima: os companheiros do 'PSTU' são os petistas de amanhã!!!!!!!!!!

12:32 AM  

Postar um comentário

<< Home