quarta-feira, junho 01, 2005

CORTE DO PONTO DOS PROFESSORES GREVISTAS

COM RELAÇÃO AO CORTE DO PONTO A ADMINISTRAÇÃO PETISTA ADOTARA AS SEGUINTES MEDIDAS:
A) ESCOLAS COM PARALIZAÇÃO TOTAL: CORTE DO PONTO COM RELEXO JÁ NO PAGAMENTO REFERENTE AO MES DE MAIO, QUE SERÁ CREDITADO NO INÍCIO DE JUNHO.
B) ESCOLAS COM PARALISAÇÃO PARCIAL: CORTE DO PONTO COM REFLEXO NO PAGAMENTO REFERENTE AO MES DE JUNHO, QUE SERÁ CREDITADO NO INICIO DO MÊS DE JULHO.

COMO VOU SER AFETADA SOLICITO AO SINDICATO QUE NOS INFORME O QUE ESTA SENDO FEITO DE PRÁTICO PARA ATENUAR OS EFEITOS OU IMPEDIR A CONCRETIZAÇÃO DESSAS MEDIDAS.

13 Comments:

Anonymous Anônimo said...

Me parece que a Greve acabou né? O Mestre Ataide nesta quinta volta a funcionar!

11:21 PM  
Anonymous Anônimo said...

Reitero a Direção do Sindicato a minha solicitação. Com o corte de ponto ainda no pagamento deste mês não tenho como pagar minhas contas.

9:14 AM  
Anonymous Anônimo said...

E Agora? Quem vai pagar as nossas Contas? A falta de diálogo da Secretária ou o Radicalismo Político do Sind-UTE?

9:51 AM  
Anonymous Anônimo said...

QUEM PAGARÁ AS NOSSAS CONTAS? SERÁ O RADICALISMO E A INCONSEQUENCIA DE ALGUNS COLEGAS MAIS AGRESSIVOS QUE PRATICAMENTE IMPOEM SUAS IDEIAS NAS ASSEMBLEIAS, CONSTRANGENDO OS DEMAIS. SERÁ QUE ESTES COLEGAS ENTENDEM A RESPONSABILIDADE QUE TÊM PERANTE OS DEMAIS?

10:26 AM  
Anonymous Anônimo said...

Eu estou preocupado com o corte de ponto sim. Terei que encerrar a minha participação pois necessito do meu salário. Espero que os companheiros compreendam a minha atitude.

4:15 PM  
Anonymous Anônimo said...

Porque o SINDI-UTE não se manifesta?

9:32 AM  
Anonymous Pedro Marcos -EMDO said...

Companheiro , eu também possuo contas para pagar e o pior: Não tenho outra fonte de renda . Minha esposa tb (por infelicidade ) é professora da PBH -perceba que , no meu caso , não temos nenhum tipo de renda extra que pode ajudar.
Mas greve é assim mesmo:Resistência de lá e resistência de cá .
Outro ponto a swer avaliado é o seguinte: A Prefeitura não tem uita saída: Ou corta o ponto de todo mundo (Inclusiveos do lambe saco de prefeito que estão trabalhando ) ou não corta de nínguem .
Houve uma greve em que ela cortou de todo mundo ( dos queestavam emgreve e dos que estavam furando)
Chamo a atenç~ão de que vc retornando ao trabalho , não vai deixar de enfrentar o corte de ponto:
Conforme diz a secretária , ele já está concretizado.
O SEU RETORNO (OU DOS COLEGAS)AO TRABALHO, SÓ VAI ENFRAQUECR O MOVIMENTO E NÃO VAI RESOLVER A SUA QUESTÃO DO CORTEDE PONTO ! Entenda isto.
Outro fato , é que , se acategoria fosse mais unida como a classe de motoristas, sidéruggicos e médica,se
não tivéssemos tantas pessoas satisfeitas com o sálário (sic) , sem nenhuma conciência de classe,talvez a secretária não estaria se setindo tão forte assim .
PEDRO -EMDO

9:46 AM  
Anonymous Pedro Marcos -EMDO said...

Pedro Marcos - EMDO said...

Companheiro , eu também possuo contas para pagar e o pior: Não tenho outra fonte de renda . Minha esposa tb (por infelicidade ) é professora da PBH - perceba que , no meu caso , não temos nenhum tipo de renda extra que pode ajudar.
Mas greve é assim mesmo:Resistência de lá e resistência de cá .
Outro ponto a ser avaliado é o seguinte: A Prefeitura não tem muita saída: Ou corta o ponto de todo mundo (Inclusive os do lambe saco de prefeito que estão trabalhando ) ou não corta de nínguem .
Houve uma greve em que ela cortou de todo mundo (dos que estavam em greve e dos que estavam furando)
Chamo a atenção de que vc retornando ao trabalho , não vai deixar de enfrentar o corte de ponto:
Conforme diz a secretária , ele já está concretizado.
O SEU RETORNO (OU DOS COLEGAS)AO TRABALHO, SÓ VAI ENFRAQUECR O MOVIMENTO E NÃO VAI RESOLVER A SUA QUESTÃO DO CORTE DE PONTO ! Entenda isto.
Outro fato, é que:
- Se a categoria fosse mais unida (como a classe de motoristas,sidérugicos,médica etc)
-Não tivéssemos tantas pessoas satisfeitas com o sálário(sic),
-Sem nenhuma consciência de classe,talvez a secretária não estaria se setindo tão forte assim .
PEDRO -EMDO

9:46 AM

9:51 AM  
Blogger chico said...

É difícil a gente opinar ,pois realmente o corte de ponto irá ocorrer.Mas estou de acordo com o Diretor Sindical , PSTU , Pedro. Não é hora de voltar às salas de aula, pois não houve avanços.
Quando o colega entrou no movimento , sabia que teria perdas ou ganhos, ao que parece teremos mais perdas do que ganhos, mas é assim mesmo.
Quando ao radicalismo Sindical/PSTU , não adianta chorar , pois os sindicalizados os escolheram em eleições livres para a diretoria. O problema é que como diretores , deveriam avaliar o movimento de forma racional e não de forma emotiva e eleitoreira.

10:50 AM  
Anonymous Anônimo said...

Me senti compelido a participar do movimento pois, quem não participa, fica marginalizado dentro do grupo. Se houver proxima vez vou rever esta postura pois não pretendo me prejudicar para manter um modelo de sindicalismo superado. So falta agora o sindicato evocar "Che" como bandeira.

2:46 PM  
Anonymous Anônimo said...

O corte de ponto e o fantasma dessa administração...gente, pensem bem: o corte de ponto pode vir e deverá vir sim, mas podemos recorrer a empréstimos, ou outras fontes...o que não podemos é recuar de uma luta que já começamos e que ainda não obteve êxito...caros colegas mesmo voltando à sala de aula seu ponto será cortado, os dias em greve serão descontados, que falta faz um dia a mais ou a menos? Mesmo que seja uma semana a mais...o importante e alcançar o reajuste e pagar com mais calma os emprestimos de hoje.

1:08 AM  
Anonymous Anônimo said...

Gente, é claro que tem corte de ponto...existia dúvidas disso??? Aliás, uma das coisas que deve ter surpreendido o "Pilão" é justamente essa categoria ter enfrentado corte dos dias. Acho que se fosse sempre assim, se a maioria dos professores fossem mais firmes na sua decisão de parar, mesmo com corte de salário, essa prefeitura não seria tão arrogante. Não existe vitória sem luta! À luta companheiros!!!

4:22 PM  
Blogger Graça Castro said...

Que grandes novidades: dívidas, empréstimos para pagá-las, agiotas, novos empréstimos,,, Salário engolido pelo cheque especial... Estômago doendo pela preocupação de como será o dia seguinte... Esse é o cotidiano de quem vive unicamente da maior remuneração do magistério do país! (sic). Por que se preocupar com o corte de ponto? Pouca coisa há de piorar, pelo menos para mim.Entretanto, permanecer lutando para a sociedade mude, isso sim, fará muita diferença. Diferença diante de nossos filhos e principalmente de nossos alunos, que precisam aprender, desde cedo, que dignidade se conquista e não tem preço! Com 38 anos em sala de aula continuo julgando que a luta deve continuar...
Graça Castro-EMPMMazarello

7:38 PM  

Postar um comentário

<< Home