quarta-feira, maio 18, 2005

COLETOR DE IMPOSTOS

MOLUSCO, O MAIOR COLETOR DE IMPOSTOS DA HISTÓRIA DA REPÚBLICA

TRIBUTAÇÃO
Até sexta, brasileiro trabalhou só para pagar impostos
Quarta, 18 de Maio de 2005, 16h25
Fonte: INVERTIA

Todos os dias trabalhados pelo contribuinte brasileiro até sexta-feira, dia 20, terão sido para pagar tributos (impostos, taxas e contribuições) aos governos municipal, estadual e federal. São quatro meses e 20 dias.
O cálculo é do Instituto Brasileiro de Planejamento Tributário (IBPT), e engloba o imposto de renda da pessoa física, contribuições previdenciária e sindical, além das tributações sobre produtos e serviços (como PIS, Cofins, ICMS) e patrimônio (IPTU, IPVA, ITBI).
De acordo com o IBPT, o brasileiro vem comprometendo cada vez mais de sua renda anual com os impostos. Em 2003, 36,98% de seu rendimento bruto eram gastos com impostos; em 2004 foram 37,81%. Este ano serão 38,35% - e é em cima deste dado que o instituto faz a conta de dias a serem trabalhados para bancar os tributos.
Ante os quatro meses e 20 dias a serem trabalhados em 2005 para oagar imposto, na década de 1970 o brasileiro trabalhou em média dois meses e 16 dias; na de 1980, dois meses e 17 dias; e na de 1990, três meses e 12 dias.
Outro dado apontado pelo IBPT é o aumento dos gastos da classe média com serviços similares aos que são ou deveriam ser oferecidos pelo governo (e que são bancados pelos impostos), como saúde, segurança e previdência. Nos anos 1970 estes gastos correspondiam a 7% da renda anual (25 dias de trabalho); em 2005, correspondem a 31% (112 dias).
Por essa conta, diz o IBPT o brasileiro só começará a trabalhar para comer, se vestir, morar, adquirir bens e fazer poupança a partir de 10 de setembro.